Casal Aventura

Casal Aventura

17 de maio de 2012

Um passeio pela cidade das Hortênsias - Canela


Conhecendo Canela
(28 e 29.12.2011)



Ficar na casa da família Zini deu ao passeio um sabor ainda mais especial, pois a casa, com todo seu estilo, fez os viajantes retornarem ao passado, relembrando tempos especiais de suas vidas, além de vivenciar momentos de alegria, diversão e encanto com tantas peculiaridades que esta hospedagem ofereceu, com os inúmeros detalhes do passado e as características típicas da região.



Sua estrutura toda em madeira já foi novidade para todos os aventureiros, junta-se a isso o fogão a lenha, o rádio antigo, os móveis em madeira maciça e os objetos de decoração, tudo dando um ar de saudosismo, ativando a memória de todos.


Os viajantes aproveitaram para descansar, dormindo até mais tarde. Saíram em busca do famoso café da manhã colonial, mas concluíram que a comida era muita para os desacostumados. 





Decidiram buscar uma padaria para um café mais modesto, mas não menos gostoso da Confeitaria São Pedro, no centro de Gramado, ao lado de sua principal igreja (mas esta será a história da próxima postagem, agora falaremos de Canela, cidade de hospedagem e passeios).




As cidades de Gramado e Canela são separadas por 4 km de uma estradinha lindíssima, repleta de hortênsias, onde fica o Belvedere, de onde é possível ter uma vista belíssima das serras que cercam as cidades. Lugar imperdível para fotos.







A região das Hortênsias é uma comarca turística composta pelas cidades de Gramado, Canela, Nova Petrópolis e São Francisco de Paula. Sua colonização foi predominantemente alemã e clima de inverno. A flor que dá nome à região foi plantada por Oscar Knorr. Aos poucos a moda dos jardins repletos de hortênsias foi ganhando praças, ruas, estradas e as casas. A cor tipicamente azul das flores se deve à grande quantia de ferro do solo da Serra Gaúcha.



Canela é um município de origem alemã com inúmeras atrações turísticas. Algumas histórias contam que o primeiro morador do território foi Joaquim da Silva Esteves, que obteve em 1821 da Coroa, o título de Senhor do Campestre do Canella, e que o nome da cidade provém de uma árvore, chamada Canela, que servia de ponto de encontro e pousada de tropeiros, localizada próximo ao local onde está a atual Praça João Correia, nome dado em homenagem ao seu principal desbravador, o coronel João Ferreira Correia da Silva, que formou o primeiro núcleo urbano em 1903, quando se instalou no local. 



Foi sob sua organização que se construiu a estrada de ferro para Taquara, iniciada por volta de 1913 e concluída em 1935. A estrada de ferro colaborou para consolidar a importância de Canela para o Estado. 



Em 02 de março de 1926, Canela foi catalogada como distrito de Taquara, sendo sua sede. Em 1942 deu-se início o movimento emancipatório que culminou, em 28 de dezembro de 1944, com uma lei estadual que criou o município, que foi instalado quadro dias depois, sendo nomeado o seu primeiro prefeito, o Sr. Nelson Schneider.



A cidade possui um relevo bastante acidentado, tendo sua área urbana localizada a 837 metros de altitude. A combinação do relevo com a hidrografia abundante, proporcionando diversas cascatas e vales, sendo a mais conhecida a Cascata do Caracol, um dos pontos turísticos mais conhecidos.

A Cascata do Caracol é um dos principais pontos turísticos, é formada pelo arroio Caracol e sua água percorre uma formação basáltica e despenca do todo em queda livre de 131 metros. O parque que possui 25 hectares, conta com belos jardins, uma área repleta de vegetação e animais de várias espécies. Tem ótima estrutura de mirantes que permitem aos visitantes fotografar, filmar ou apenas se deliciar com as belas paisagens. 







A visita à Cascata pode ser feita por trilhas, mas se quiser olhar de cima, vale um passeio pelo teleférico, com extensão de 405 metros, que leva o visitante a um mirante com vista frontal para a Cascata e o Vale da Lageana.









Os aventureiros aproveitaram muito o passeio pelo Parque e não deixaram de curtir o visual do teleférico, mesmo diante da fila imensa de turistas que aguardavam. Enquanto estavam na fila aproveitaram para conversar, rir e curtir o ar puro e o visual fantástico daquele lugar.


Outro ponto importante de Canela é a construção de sua Igreja Matriz, que teve início em 1953 e foi finalizada em 1978, com o projeto do Arquiteto Bernardo Satori. A "Catedral de Pedra de Canela" como é conhecida pelo seu estilo gótico inglês, está situada bem no centro da cidade, na Praça da Matriz e é um dos pontos turísticos mais visitados do Rio Grande do Sul. A Igreja possui uma torre com 65 metros de altura e um carrilhão de doze sinos de bronze, instalados em 1972, fabricados pela fundição Giácomo Crespi, na Itália. 


No altar, três painéis pintados pelo artista gaúcho Marciano Schmitz retratam a Aparição de Nossa Senhora, a Alegoria dos Anjos e a Anunciação. O mesmo artista assina os brasões dos quatro evangelistas. A Via Sacra que ornamenta os dois lados internos da Igreja Matriz foi confeccionada por Pablo Orona Herrera, escultor e restaurador de arte sacra. Os quadros são feitos de madeira e argila, tendo ao fundo pintura sobreposta de imagens em argila. 




Os coloridos vitrais que iluminam a Catedral de Pedra de Canela representam a Ladainha de Nossa Senhora. O altar, cujo tema é a Santa Ceia, é uma obra de arte esculpida em madeira por Júlio Tixe, escultor uruguaio. No ano de 2010, recebeu o título de uma das sete maravilhas do País.

Na noite do dia 28, os viajantes decidiram ficar em Canela para ver a decoração noturna da cidade, afinal ela também faz parte do circuito do Natal Luz, e estava prometido um belo espetáculo na igreja matriz. Foram caminhando até a praça central, que reunia milhares de pessoas que assistiram ao belo show de luzes e sons e a apresentação de artistas da região.




A cidade tinha uma decoração maravilhosa de duendes em suas árvores e postes de iluminação, Casa do Papai Noel, com um espetacular show de luz e sons, luzinhas espalhadas por suas grandes árvores e uma pequena, mas bela árvore de Natal.




Depois de curtir o show de luz e som na Casa do Papai Noel, assistir à queima de fogos no alto da igreja matriz, os viajantes aproveitaram o friozinho para se deliciar comendo sopa no pão no Skillo Lanches.


Canela proporcionou aos aventureiros um fantástico espetáculo que pode ser visto no vídeo a seguir, pois com certeza as imagens falarão mais que todas as palavras.


Para saber mais:

Total de Km Rodados: 0
Abastecimento: 0 litros
Hospedagem: Casa da Família Zinni
Melhor hospedagem da viagem!
Uma casa super aconchegante, com ares do sul e recepção maravilhosa de suas proprietárias.

Gasto total (com alimentação): R$ 225,00

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo nesta aventura e obrigado por compartilhar conosco!!!