Casal Aventura

Casal Aventura

10 de fevereiro de 2011

Chegando em Salta


Chegaram a Salta (La Linda) por volta das 19h., um pouco cansados, mas extasiados com tanta beleza. Procuraram pelo hostel indicado por um viajante e logo o encontraram. Uma graça de hospedagem, com um pessoal muito alegre, receptivo e gentil. Como não havia estacionamento próximo, adivinhem o que aconteceu???



 
 
 
 
 



   
Este é o Hostel Yatasto, de Hector, chileno, e sua família, esposa brasileira e filha (adotiva) também brasileira, para alegria do Jorge a moto passou por este corredor estreito, entre bancos e a linda decoração e ficou na porta do quarto.







Depoimento Andréa: “LLEGAMOS a Salta!!!!!!!!!!!!!!! A parte mais bonita e mais emocionante da viagem até aqui, IMAGENS FANTÁSTICAS,  acho que a palavra ideal é IMPRESSIONANTE, as fotos não mostrarão o que realmente sentimos diante da grandeza da natureza neste trecho da viagem!!! Vimos as lhamas pela primeira vez, cactos gigantes e montanhas, montanhas gigantescas, realmente foi de EMOCIONAR, chegamos na maior altitude até aqui: 2990 mts, foi tudo tranqüilo, nem percebemos, o que foi bom sinal. A viagem foi tranqüila, tudo está ótimo, as cidades, as estradas excelentes, até as mais "exóticas" são arrumadas, cuidadas, estamos adorando a Argentina, estou pensando até em viver por aqui hehehehehehehe”.


Depoimento Jorge: "Laurindo, seu índio maluco, bem que você me falou que eu iria agradecer por me tirar do Chaco Argentino e me mandar para estas bandas...    Você tinha toda a razão: muito obrigado por ter mudado todo o meu roteiro e aumentado a viagem de ida em dois dias. Valeu demais a pena. Quem sai de Santiago Del Estero e segue para Salta direto pela Ruta 9 não faz idéia do que está perdendo. Somente pelo Anfiteatro já valeria a pena. Mas ainda tinha a serra que sobe para Tafi Del Vale, a quebrada de Cafayate, os Cardones, a cidade de Cafayate...
Se até chegar à cidade de Santiago Del Estero a viagem estava um pouco monótona, mas agora sim ela estava ficando muito divertida e fantástica. Era tanta curva em seqüência que a moto só não andava de pé, era sempre inclinada para algum lado. Foi bom para arredondar os pneus novamente... hehehe.”

Depois de um bom banho, novamente virar as roupas do avesso (agora chegou a um ponto crítico) e pegar os mapas turísticos da cidade, o casal decidiu sair para jantar e andar um pouco para conhecer La Linda a noite. Como em todas as cidades até ali, a noite agitada, repleta de pessoas andando na rua, nas praças, restaurantes e bares. Andréa questionou sobre a existência de perigos em caminhar à noite pelas ruas. Hector e a esposa não conseguiram compreender a pergunta, não entenderam o que queriam dizer com perigo. Após a explicação de risco de assalto, roubo ou algo parecido, riram, dizendo que nunca ouviram falar, nem na TV, de cenas deste tipo. Fato que já haviam percebido e que veriam pelo resto do caminho.
Precisamos conhecer um pouco mais desta cultura e educação, quem sabe iremos aprender algo...mas este será um capítulo a parte no final dos relatos!

Jantaram a famosa “Parrillada” (um prato típico de variadas carnes e miúdos na grelha - http://www.parrillargentina.com.br) e beberam um bom vinho da região de Cafayate, no restaurante El Charrúa (www.parrillaelcharrua.com.ar) um ambiente agradável, comida e atendimento excelentes e um pessoal super simpático. Vale conferir!
Após o jantar foram dar uma volta e conhecer as belezas de Salta a noite, tudo muito iluminado em uma cidade organizada, limpa e muito arrumada.





Total de Km Rodados: 553
Abastecimento: 29 litros
Valor da diária: $ 160,00 pesos
4 Estrelas: Arrumado, limpo, bem decorado, ótimo banho, bom café da manhã, excelente localização, estilo “casa da vó”. Os donos são uma brasileira e um chileno, excelente receptividade.
Gasto total (com alimentação): R$ 202,00

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja bem vindo nesta aventura e obrigado por compartilhar conosco!!!