Casal Aventura

Casal Aventura

23 de janeiro de 2011

Ainda em viagem solo!

2º. Dia – 29.11.2010
Governador Valadares – São Paulo



Jorge sai de Governador Valadares por volta das 7h. Em uma longa caminhada é sempre bom dar uma paradinha para um cafezinho...



Prestem atenção no tamanho deste “pãozinho” que Jorge encontrou pelo caminho (compare com a garrafa de água!). E a gente que achava que mineiro gostava de pão de queijo rsrsrsrsrs






A viagem foi tranqüila até próximo ao Estado de São Paulo, onde deu início uma chuva torrencial, boa para testar a roupa comercializada como Impermeável; o que foi constatado como sendo propaganda enganosa, é MENTIRA, tanto a Jaqueta Tutto como a calça Zebra não conseguiram dar conta da água e encharcaram, mostrando que a impermeabilidade divulgada tem um limite (pequeno).
Durante a viagem, aproveita para tirar umas fotos da paisagem e das estradas.


Mas para aparecer, só mesmo “foto Orkut”, sabe? daquelas que a gente tira de si mesmo...








Jorge chegou à casa de seus pais por volta de 20h, também aproveitando o horário de verão que mantém o dia claro até mais tarde. Ao chegar a São Paulo já se deparou com o caótico trânsito, no horário de maior movimento, o que lhe cansou e estressou mais que a viagem toda! Bem vindo a SAMPA!!!
Chegar ao destino final (ou inicial) em dois dias também foi útil para que Jorge pudesse treinar o corpo e perceber as dificuldades, limitações e mudanças para melhorar seu desempenho de andar por mais de 1000 km em um dia.

Depoimento Jorge:
"Estava quebrado, mas graças a Deus cheguei! A moto chegou perfeita, impecável. Neste segundo dia de viagem foi mais tranqüilo. A pista toda duplicada facilita muito as coisas. Hoje os caminhões nem me jogaram pra fora da pista! hehehe...    Malditos!
Mas também passei pelo momento mais estressante de toda a viagem até aqui. A partir da divisa de MG e SP uma chuva torrencial até chegar a Guarulhos, onde ela diminuiu, mas não parou. Os carros andavam a 60, 70 km/h, pois não havia visibilidade, além dos lençóis de água que se formavam na pista que não dava conta de escoar toda aquela água. Ponto para os excelentes pneus Anakee II da Michelin que também foram impecáveis até aqui.
Cheguei a SP em pleno horário de "rush". Cena no mínimo engraçada: eu andando pelo corredor dos carros no caótico trânsito de São Paulo com aquela moto e os baús laterais. Em poucos segundos se formava uma fila de motoboys atrás de mim e eu tinha de entrar na faixa dos carros para desentupir o corredor. Alguns agradeciam a passagem que eu oferecia, outros passavam xingando...Quando parei a moto na garagem da casa de meus pais e pude relaxar da tensão de toda aquela chuva e trânsito, o cansaço daqueles dois dias de viagem caiu sobre mim de uma só vez. Realmente eu precisava de um bom banho e uma cama para desmaiar! 1ª parte da aventura concluída com êxito!!!"
   
Total de Km Rodados: 950
Abastecimento: 65 litros
Pedágios: 11 – R$ 12,20
Hospedagem: Casa dos Pais: Valor da diária: Grátis
10 estrelas. Aconchegante, cuidado total
Gasto total (com alimentação): R$ 175,00

Um comentário:

  1. Jorge e Andrea, prazer em "conhecê-los"!Achei por acaso o blog de vocês.Desejo uma ótima viagem para vocês.Fui para o Atacama de moto duas vezes,sendo a última no mês passado quando passei por lá indo para Machu Picchu.Caso precisem de algum toque/dica meu e-mail é mirarchi1975@hotmail.com. Sou de São Paulo capital. Abraços e aproveitem a estrada. Rogerio Mirarchi. (os relatos da última viagem estão em http://www.portalmotoatacama.com.br/exped.asp?codigo=52)

    ResponderExcluir

Seja bem vindo nesta aventura e obrigado por compartilhar conosco!!!