Casal Aventura

Casal Aventura

27 de novembro de 2010

Arrumando as malas!!!

A arrumação das malas é uma parte essencial, por vários motivos: primeiro porque dela depende você conseguir levar tudo que deseja (e realmente precisa); segundo pois a divisão de peso é importante para a estabilidade da moto; terceiro porque os espaços precisam ser utilizados de maneira a permitir que você traga "lembrancinhas" caso as encontre e esta parte é mais importante para a ala feminina da viagem.

O primeiro passo é listar o que levar, quais os itens essenciais, a quantidade ideal (sempre lembrando que você está de moto e que, neste caso, o ideal é bem menos que o "normal"), separando o que é de um e de outro. Colocar tudo em cima de uma cama é uma boa opção para visualizar e perceber o que de fato é prioridade, começando por ela a arrumação.
Sacos que permitem a retirada do ar podem ajudar, mesmo que você não utilize o aspirador (até porque não podemos contar com ter acesso a um). Sacos zip são ótimos para carregar documentos, pois os mantém secos; pode-se usá-los também para carregar itens líquidos, isso pode evitar que suas roupas se sujem caso algo vaze. Jorge e Andréa decidiram colocar toda a bagagem em um saco plástico grande, evitando que molhem caso entre água de chuva nas malas laterais.
Usar pequenas embalagens de produtos de higiene pessoal é essencial e colocá-los em necessaries também compactas é melhor que em uma grande, pois fica mais fácil colocá-las em espaços vazios entre as peças de roupa.

Pense sempre em arrumar os itens mais importantes em locais de fácil acesso; pode parecer uma mera bobagem dar esta dica, mas imagine precisar de lenços umedecidos para uma emergência e eles estarem no fundo da mala! Ou o Kit de primeiros socorros! Depois de arrumadas, fica mais difícil refazer as bagagens. Enfim, malas prontas, agora é contar as horas para o inicio da "aventura".


Depoimento Jorge:
"Arrumar as malas foi mais ou menos como colocar um búfalo dentro de de uma caixa de sapatos. Na verdade, tres caixas de sapato. Uma de cada lado e uma sobre a traseira.
Os sacos VacBag (aqueles que vc pode tirar o ar de dentro com um aspirador de pó ou sentando sobre ele, o que foi o caso) foram essenciais para acomodar uma grande quantidade de roupas de frio num pequeno espaço. Concentrei o maior peso das peças sobressalentes e tranqueiras em geral na mala traseira, e as ferramentas sob o banco.
Achei que o peso ficou bem distribuído. Durante a viagem terei de ficar atento ao comportamento da moto. No fim das contas, conseguimos levar tudo o que tínhamos programado. Agora é pau na máquina!!!!  hehehehe..."

Depoimento Andréa:
"Bem, esta fala de que estamos levando tudo é um comentário machista hehehehe. Para nós, mulheres, levar "tudo" é levar quase nada, mas quem viaja de moto tem que se acostumar a uma sandália rasteira, algumas camisetas e um tênis... é difícil, mas valerá a pena!!! Ainda bem que consegui um espacinho para um perfuminho (mini) e um hidratante, afinal vou para o Deserto, uma secura danada! Brincadeiras a parte, realmente conseguimos colocar tudo que listamos e isto mostra nossa organização rsrsrsrsr Agora é torcer para conseguir colocar "o mesmo tudo" na volta!!!!!!!!"

23 de novembro de 2010

Preparando a Motoca

Uma das fases mais importantes da preparação de uma viagem, seja ela de moto, de carro, de avião ou navio, ou mesmo de bicicleta ou a pé, é cuidar do meio de locomoção!!! É fundamental uma boa revisão, a troca de peças que estejam desgastadas ou em tempo de reposição, por isso, Jorge teve todo cuidado em verificar quais as peças e os ajustes necessários para evitar contra-tempos durante a viagem.

Além das peças a serem trocadas antes da viagem, Jorge também se preocupou em levar aquelas peças sobressalentes (já descritas em outra postagem), para o caso de ser necessária a troca durante o percurso. Nesta hora, vale agradecer ao Guimarães, da Guimarães Motos, que cedeu, em caráter de consignação, muitos destes itens.



A moto foi colocada na revisão em 16.11, Augusto foi o responsável pela troca das peças, pela preparação da "máquina" para encarar a viagem.
 





Depoimento Jorge:

"Moto revisada, rolamentos engraxados, peças substituídas, tudo regulado, agora é hora de fechar as malas e botar o pé, digo, a roda na estrada e ganhar o mundo!!!
Só falta chegar a bendita da Carta Verde da seguradora. Aliás, fica aqui a dica: não deixe isso para a última hora. É garantia de dor de cabeça. Estou pedindo ela para o corretor há mais de 1 mes, e é claro que ela só vai chegar aos 44min. do segundo tempo...    Eita coisinha embassada de sair...
A boa notícia é que ela custou muito mais barato do que eu imaginava. Fiz pela Porto Seguro pois a moto já está assegurada por ela. Talvez por isso tenha saído barato. Mai demora, viu?!?...  rs"

8 de novembro de 2010

Roteiro


Finalmente, o ROTEIRO!

Elaborar um roteiro de viagem é algo que requer muito trabalho, precisa se aliar tempo hábil, boas estradas e belas paisagens, e um mínimo de infra-estrutura, buscando-se evitar transtornos indesejáveis, mesmo quando o objetivo é "aventurar-se".

Neste momento surge um fator determinante: conversar com moto-aventureiros experientes e que já fizeram esta viagem. Jorge conheceu alguns que lhe ajudaram muito a chegar neste roteiro final, entre os mais "procurados" estão Chinaf (MG) e Laurindo (BA), motociclistas que, além de "viajados", estão sempre prontos a ajudar, a dar boas dicas, a compartilhar suas experiências e, mais importante, prontos a incentivar a realização desta aventura.


Jorge sairá sozinho de moto de Lauro de Freitas-BA em direção a São Paulo-SP, onde ficará aguardando a chegada de Andréa, que irá de avião dias depois.

A seguir temos o roteiro detalhado:
28/11 = 1º dia: Lauro de Freitas BA - Governador Valadares MG (Jorge viajando sozinho pra SP)
29/11 = 2º dia: Governador Valadares - São Paulo SP
30/11 = São Paulo
01/12 = São Paulo
02/12 = São Paulo
03/12 = São Paulo (chegada da Andréa a SP)
04/12 = 3º dia: São Paulo SP - Foz do Iguaçu PR (aqui começa mesmo a grande aventura!)
05/12 = 4º dia: Foz do Iguaçu PR - Corrientes AR
06/12 = 5º dia: Corrientes AR - Santiago Del Estero AR
07/12 = 6º dia: Santiago Del Estero AR - Salta AR
08/12 = 7º dia: Salta AR - Purmamarca AR
09/12 = 8º dia: Purmamarca AR - San Pedro de Atacama CL (Travessia do Paso de Jama)
10/12 = 9º dia: San Pedro de Atacama CL (passeios)
11/12 = 10º dia: San Pedro de Atacama CL (muitos passeios)
12/12 = 11º dia: San Pedro de Atacama CL (+ passeios e se preparando para a volta)
13/12 = 12º dia: San Pedro de Atacama CL - Antofagasta CL
14/12 = 13º dia: Antofagasta CL - Copiapó CL
15/12 = 14º dia: Copiapó CL - Fiambalá AR (travessia do Paso San Francisco)
16/12 = 15º dia: Fiambalá AR - San Fernando Del Valle de Catamarca AR
17/12 = 16º dia: S.F.V.Catamarca AR - Santiago Del Estero AR
18/12 = 17º dia: Santiago Del Estero AR - Corrientes AR
19/12 = 18º dia: ???
20/12 = 19º dia: Corrientes AR - Foz do Iguaçu PR (de volta ao Brasil!)
21/12 = 20º dia: Foz do Iguaçu (passeios)
22/12 = 21º dia: Foz do Iguaçu PR - Curitiba PR
23/12 = 22º dia: Curitiba PR - São Paulo SP

Depoimento Jorge:
"Entre Copiapó e Corrientes ficaremos 1 dia parados em alguma cidade para descansar. Não ficou determinado qual seria esta cidade, mas quando encontrarmos uma que valha a pena conhecer melhor, ficaremos nela. Se estivermos atrasados em relação ao roteiro, faremos de Foz a SP num único dia na volta. A partir de São Paulo serão 14 dias rodando e 5 de parada para descanso e passeios. É claro que durante a viagem esses planos podem mudar, mas a princípio esse é o roteiro que tentaremos praticar. Queremos chegar de volta a SP no máximo até 23/12 para passar o Natal com os familiares, voltando para casa dia 28/12. Talvez a moto fique em SP e eu volte de avião com a Andréa. deixando para ir buscá-la num próximo feriado prolongado."

Depoimento Andréa:
"Fiquei responsável em pesquisar onde ficar em cada cidade e em montar o MapSource, mas de tanto olhar, de tanto mudar, estou ficando "craque", pelo menos em viagens virtuais rsrsrsrsrsr... posso até ser guia turística sem nem ter viajado ainda hehehehe."

Roteiro finalizado, embora seja possível mudanças durante o percurso de acordo com necessidades que surjam no decorrer da viagem, agora vamos falar dos últimos preparativos da motoca.